sábado, maio 24, 2008

Pé-de-moleque

Aqui no Japão é costume trazer algum doce ou guloseima para os colegas do trabalho quando viajamos. Geralmente, algum biscoito ou chocolate.

Nesta última viagem para o Brasil, tive a idéia de comprar um pote de pés-de-moleque (olha só, é a primeira vez que escrevo esta palavra no plural! Xi, mas agora bateu a dúvida, será que o certo não é pés-de-moleques?...).

Idéia não muito feliz: quase quebrei os dentes de meus colegas. Eles estranharam doce tão duro e... tão doce!

E, mais curioso ainda, a japonesada estranhou muito: como é que o doce é uma pura tradição brasileira, mas a marca se chama Yoki?! Pois é, acho que eu nem tinha reparado direito quando comprei o quitute. Tem até kanji na parte verde do logotipo.


Pensando bem, tem coisa mais brasileira que essa mistura toda?
:-D

3 comentários:

Aline Lima disse...

Ow, pergunta para os seus dokyusei se eles nunca ouviram falar de kurotou peanuts de Okinawa! Pelo menos aqui em iriomote tem bastante!

Aliás, ou quebra o dente ou quebra o doce, porque se você tivesse trazido paçoca....

Renato disse...

Nao falha: leva pacoca ou dadinho. Aqui na Coreia, e' sempre sucesso garantido!

Erick disse...

Grande Renato,
apareceu em boa hora!
Estarei aí na terra do kimchi em algumas semanas...

Oi Aline,
kurotou peanuts, já anotei. Preciso ir aí experimentar. Vontade é o que não falta...